segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Como retirar o FindLyrics do seu navegador

Programa vem "escondido" em download de outros softwares e enche páginas com anúncios publicitários.





Se você está com pressa ou não costuma ter paciência para conferir todos os passos de download e instalação dos seus programas, é muito natural que você apenas clique em “Next” repetidamente para acabar com o processo o mais rápido possível — por mais desaconselhável que isso seja.
Por conta disso, você pode acabar instalando alguns softwares e aplicativos indesejados, como é o caso do FindLyrics. O programa tem o objetivo de facilitar a procura por letras e palavras dentro das páginas que você acessa na internet, mas na prática não é isso o que vai acabar acontecendo no seu navegador.
A ferramenta vai encher todas as páginas que você acessar com banners publicitários, sendo que eles divulgam uma infinidade de produtos — e é muito provável que isso não seja do seu interesse. Além disso, esse método é extremamente invasivo, resultando na alteração da interface dos seus sites preferidos.
Por conta disso, muita gente vai desejar apagar esse aplicativo do seu navegador. Você não sabe como? Então o Tecmundo vai ensinar todo o processo de retirada.

Comece pelo mais básico

Como retirar o FindLyrics do seu navegador
Em primeiro lugar, você deve apagar os registros desse programa dentro do seu sistema operacional. Se você está utilizando o Windows, acesse o “Painel de Controle” e procure o nome do programa — ou seja, FindLyrics.
Assim que você encontrá-lo, clique com o botão direito do seu mouse sobre o arquivo e escolha a alternativa “Desinstalar”, como mostra a imagem acima. Dessa maneira, o programa não está mais salvo no seu computador.

Organize o seu browser

Apesar de você ter apagado o arquivo do programa do seu sistema, é muito provável que ele tenha instalado algum aplicativo no seu navegador-padrão. Por conta disso, a seguir você vai encontrar a orientação para aprender a retirá-lo do Google Chrome, Mozilla Firefox ou Internet Explorer.

Google Chrome

Como retirar o FindLyrics do seu navegador
Abra o seu navegador e clique no botão representado por três pequenas linhas — no canto superior esquerdo da sua janela. Na nova janela que abrir, escolha a opção “Configurações” e depois localize a alternativa “Extensões”. Com isso, todos os apps instalados no browser vão ser listados e você simplesmente deve apagar o ícone referente ao FindLyrics. Simples, não?

Mozilla Firefox

Como retirar o FindLyrics do seu navegador
Neste caso, simplesmente pressione o comando “Ctrl + Shift + A” e acesse a área de “Complementos”. Quando a janela abrir, clique na alternativa “Extensões” e desative o opção referente ao FindLyrics. Dessa maneira, a página deve ficar limpa e mostrar somente os apps que você escolheu usar.

Internet Explorer

Como retirar o FindLyrics do seu navegador
Abra o navegador e, em seguida, clique no botão que é representado por uma engrenagem — localizado no canto superior esquerdo. No menu que abrir, escolha a opção “Gerenciar Complementos”. Uma lista com os softwares instalados no browser vai aparecer, sendo que você deve dar um clique duplo no arquivo do FindLyrics e escolher a alternativa de remoção.


Fonte:  http://www.tecmundo.com.br/como-fazer/38668-como-retirar-o-findlyrics-do-seu-navegador.htm#ixzz2oIGhps4h


Removendo propagandas dos sites e YouTube

Agora a melhor parte: remova todas as propagandas de sites, além daquelas extremamente irritantes antes dos vídeos no YouTube (apenas Google Chrome). 
Você deverá instalar um aplicativo chamado AdBlock, o melhor bloqueador de propagandas que existe.
Para instalá-lo no Google Chrome, vá neste link da Chrome Store. Já no Firefox, siga este link na Mozilla Add-ons. atenção os links devem ser copiado e colado em seus respectivos navegadores.
Instale a extensão e veja a diferença.

Obrigado e visite nosso site e canal no youtub


http://www.stpecad.com.br suporte e publicidade online entre e confira agora.

Obrigado

sábado, 21 de dezembro de 2013

Coca-Cola divulga decisão judicial sobre o "caso do rato"


A Coca-Cola voltou a se manifestar sobre o famoso "caso do rato", a antiga acusação de um consumidor que ainda tramitava na justiça. O novo informativo da empresa comemora a decisão judicial, que julgou improcedente a ação. Confira o texto, na íntegra: 

A Justiça de São Paulo julgou improcedente a ação movida pelo consumidor Wilson Batista de Resende contra a Spal, fabricante dos produtos Coca-Cola no Estado. Ele alegava ter sofrido sequelas de saúde pela ingestão de refrigerante supostamente contaminado pela presença de pedaços de rato. A sentença da juíza Laura de Mattos Almeida, da 29ª Vara Cível do Foro Central da Comarca de São Paulo, afirma que a qualidade e a segurança do processo de fabricação e envasamento tornam impossível a passagem para dentro da garrafa do corpo estranho apresentado pelo consumidor. Adicionalmente, declara que não existe relação entre as condições físicas e psicológicas de Resende e o consumo da bebida. A decisão foi tomada com base em laudos técnicos e médicos, e nos depoimentos do consumidor e de representantes da empresa.
A conclusão da Justiça é de que há “fortes indícios de fraude” nas embalagens. A análise do Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT) considerou “a possibilidade de que a tampa original tenha sido removida, com a adulteração do conteúdo, e a garrafa novamente fechada com uma tampa nova (...), sem que tenha ocorrido ruptura do lacre”.

A sentença confirma a seriedade e os elevados padrões de qualidade e segurança dos produtos Coca-Cola no Brasil e no mundo. Perícia do Instituto de Criminalística do Estado, realizada na fábrica da empresa, constatou, de acordo com o laudo, que “considerando as condições físicas e de higiene das instalações, além das boas práticas de manufatura adotadas, não é possível o aparecimento de um corpo estranho do tipo observado visualmente na garrafa lacrada”. Segundo os técnicos, a passagem desse corpo estranho “não é compatível com o sistema de segurança existente nas unidades da ré, representado por barreiras, filtragens de linha e bicos de enchimento ao longo da linha produtiva”.

Outra perícia, conduzida por médicos do Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc), entre eles, especialistas em neurologia e psiquiatria, não encontrou relação entre o estado de saúde do consumidor e a ingestão do refrigerante, e concluiu que “ele não apresenta alterações ou sequelas neurológicas relacionadas ao evento”. A perícia atestou ainda que Resende “é portador de transtornos de personalidade e do comportamento, devido a alguma doença, lesão ou disfunção cerebral”.

Redação Adnews

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

História das unhas

História das unhas artificiais
Há quem pense que as unhas em gel,  são novidades, mais não são.  Estas unhas já existem no mercado internacional há mais de 60 anos, no Brasil chegou há pouco mais de 20 anos. E só agora de uns 5 anos pra cá se popularizaram como em uma epidemia, principalmente com a divulgação da mídia e uso das celebridades.Hoje em dia as unhas longas, são conhecidas como um símbolo de feminilidade, embora na história, unhas longas e bem tratadas já foram vistos como um símbolo de riqueza. Em tempos egípcios, as mulheres tinham unhas artificiais criadas a partir de ossos de marfim ou ouro. A ideia era fazê-las parecerem tão cara e tão bonitas quanto possível. Unhas mais longas também podem dar uma impressão de status. Mulheres no Extremo Oriente a séculos passados deixavam as suas unhas crescerem aos extremos como um símbolo de posição social. Foi a América que realmente desencadeou a tendência da popularidade para unhas artificiais. Eles transformaram em um grande negócio e hoje em dia, as unhas artificiais são procuradas por diversas razões tais como:
Unhas curtas, quer seja pelo hábito de roer ou por serem fracas e quebradiças Produções especiais para festas e eventos O gel é um material flexível, totalmente adaptável, sem odor, que protege e não danifica as unhas contém uma composição química inofensiva e é hipoalergénico.. O gel viscoso fotopolimerizável, utilizado na aplicação das unhas uma a uma e quando submetidas a luzes ultravioletas adquirem resistência e dureza necessária para uma modelagem natural
Para além de duradouro, um dos aspectos mais fortes é o seu aspecto natural.
DESDE HÁ MUITO SE CONHECEM TÉCNICAS DE EXTENSÕES DE UNHAS TAL COMO O PRÓPRIO NOME INDICA, UM GEL UV É COLOCADO SOBRE AS UNHAS NATURAIS, UMA POR UMA E ESTAS SÃO SUBMETIDAS A LUZES ULTRAVIOLETAS QUE FIXAM O GEL ÀS UNHAS, ISTO PORQUE O GEL É COMPOSTO POR UM MATERIAL FOTOPOLIMERIZÁVEL. OS RESULTADOS DESTAS TÉCNICAS SÃO BASTANTE APRECIADOS, NÃO SÓ PELA SUA BELEZA MAS TAMBÉM PORQUE SÃO UMA SOLUÇÃO PARA MUITOS PROBLEMAS, TAIS COMO: UNHAS CURTAS (PORQUE SE PARTEM OU ENTÃO PORQUE ROEM); UNHAS DEFORMADAS; AO MESMO, PARA QUEM QUER TER UMAS UNHAS ARRANJADAS MAS NÃO TEM TEMPO DE CUIDAR DAS SUAS UNHAS. "Leia Sobre o Gel"

Correntaria

Brinco de figuinha

E-MAIL CLIENTES

Vitrine Folheados Imagem